Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
ABERTURA DO ANO SACERDOTAL EM APARECIDA DIA 19 DE JUNHO - 9h

19/06/2009

Ano Sacerdotal

  08 Jun 2009

  Dom Benedicto de Ulhôa Vieira (24 leituras)


Os que acompanham a vida da Igreja sabem que o Papa Bento XVI, no ano passado, convidou os católicos a aprofundarem os estudos sobre São Paulo para comemorar os dois mil anos do nascimento deste singular apóstolo. Muitos estudos surgiram em toda a parte aprofundando e difundindo a doutrina das epístolas paulinas.


Agora o Papa, em recordação do grande santo João Maria Vianney, pároco da pequenina cidade francesa de Ars, convida o clero diocesano do mundo todo para, a partir deste mês de junho, viver um Ano Sacerdotal. Quer o Papa que os sacerdotes diocesanos, recordando o exemplo do extraordinário pároco de Ars, se afervorem na consagração de suas vidas a Deus, como fez o nosso santo Protetor. São cento e cinquenta anos da morte deste humilde pastor, que a Igreja apresentava como “protetor dos párocos” e o quer como modelo do clero diocesano, não só dos párocos.


Tive a felicidade, ainda moço, de visitar a pequenina cidade, da qual São João Maria Vianney foi pároco por longos anos, dedicando-se sobretudo ao ministério do confessionário. Seu corpo intacto, como se tivesse acabado de partir desta vida há apenas poucas horas, repousa sob o altar lateral da Igreja matriz. Celebrei naquele altar, sobre seu corpo, com o cálice que ele, em vida, usava para suas missas. E guardo, no relicário da memória, a imagem daquele corpo santo, que Deus proibiu a terra de consumir.


A nossa Arquidiocese teve a graça privilegiada do céu de ter tido, no clero diocesano, entre tantos que se dedicaram ao povo de Deus, verdadeiros e virtuosos sacerdotes, que já gozam da felicidade da visão beatífica. Quem não se lembra em Uberaba dos que Deus chamou para a recompensa, entre outros, do Monsenhor Genésio, do Padre Eddie, do Monsenhor Jorge Fialho e outros que viveram a integridade de sua consagração?


Ano Sacerdotal é um convite forte de Deus para nos afervorarmos no serviço da Igreja, na oração, na dedicação ao povo cristão, na alegria de nossa eterna juventude. O padre tem de ser lâmpada acesa a clarear o mundo quando começa a escurecer e rico de provisão de bondade para os que Deus lhe confiou no seu ministério.


Neste mês a Igreja de Uberaba se enriquece com cinco novos sacerdotes diocesanos. É uma felicidade para a Arquidiocese ter hoje número suficiente de sacerdotes diocesanos, pelos quais sempre rezamos para que sejam fiéis e vivam a felicidade do primeiro dia.


Ano Sacerdotal – uma rica e generosa graça do Coração de Deus à sua Igreja.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 Paróquia Nossa Senhora da Soledade. Todos os direitos reservados.