Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
POSSO ANULAR MEU CASAMENTO NA IGREJA?

04/10/2009

MEU NOME é Maria José da Silva Xavier, moro em Salvador - Bahia.

Fui casado há 2 anos com um homem, que bebia demais. Era ciumento e vivia me traindo. Era violento. Dizia que me mataria se eu me separasse dele. Hoje, estou separada há quase 1 ano. Graças a Deus, casou-se com outra mulher, que, inclusive, está grávida. Não tive filhos com ele. Padre, o que devo fazer para anular meu casamento na Igreja? Sou nova ainda. Estou namorando. Gostaria de me casar, de novo, na Igreja. Gostaria de poder voltar a dar aula de Catequese e ajudar na Igreja!!!

Querida Irmã em Cristo, Maria José!

A Paz de Jesus!

Seu casamento deve ter sido uma barra. Você viveu um verdadeiro inferno!!!

Gostaria de dizer que não existe um modo de anular seu casamento na Igreja. A Igreja Católica não anula casamentos.

O que a Igreja pode fazer é declarar nulo o seu casamento. Anular é uma coisa. Declarar nulo é outra. A Igreja não pode anular casamentos, mas pode reconhecer se um casamento foi nulo ou não e declarar isso.

Segundo o Código de Direito Canônico, o Livro de Leis, da Igreja Católica, há algumas razões pelas quais se pode declarar nulo um casamento. Por exemplo: se o pai de uma menina obrigar o namorado a se casar com sua filha, porque está grávida. Esse casamento foi nulo. Ou se a menina mentir que está gravida só para casar e o casamento acontecer, ele será nulo...

No entanto, para tanto, é preciso que você procure o pároco de sua Paróquia ou a Cúria (Arqui) Diocesana da Diocese onde mora, ou o Tribunal Eclesiástico, que comanda a jurisdição diocesana onde mora. Parece que o lugar mais simples, rápido e prático para se ir é a casa do padre de sua Paróquia.

Uma vez conversando com o padre de sua Paróquia, seu pastor, ele vai abrir um processo requerendo a nulidade do casamento. Vai dar introdução ao processo: entrevistar ambas as partes, ajuntar documentos necessários e encaminhá-los para o Tribunal Eclesiástico, que dará continuidade ao trabalho.

Se houver algum motivo que prove, conforme o Código de Direito Canônico, que o seu casamento foi nulo, a Igreja só vai declarar essa nulidade. Entendeu? Na verdade, não houve um casamento. Ele foi nulo desde o dia que foi celebrado. A Igreja só vai reconhecer isso e declarar em papel. E poderá casar-se novamente na Igreja.

Para isso, o Tribunal Eclesiástico leva, mais ou menos, 1 ano para chegar a um veredicto. Durante esse ano, os honorários serão pagos ao Tribunal no valor de 5 salários mínimos. A nulidade pode ser ou não declarada.

Maria José, na minha opinião, você deve dar encaminhamento a tudo isso. Não desanime. Vai dar certo.

Boa sorte!

Padre Cledon

FONTE: http://www.catolicanet.net/padrecleodon/

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 Paróquia Nossa Senhora da Soledade. Todos os direitos reservados.