Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
15/09: Especial Novena da Padroeira

15/09/2010

Hoje, quinze de Setembro, um dia muito especial para nossa Comunidade Paroquial. Importante porque é o dia em que celebaramos nossa padroeira, que tanto nos ama. Com muitissima alegria recebemos o Pe Celso José Machado, o Pe Celsinho que trabalhou conosco quando se preparava para o Sacerdócio.

Ele contou sobre o amor de Maria a Jesus e sua forma de educar o Menino Deus. Disse também que o evangelho proclamado é belíssimo. Simeão foi o único que teve a coragem de dizer a Maria algo incomum. Enquanto todos aplaudiam o nascimento de Jesus, Simeão profetizava que Jesus aliviaria como lâmina  de uma espada, a alma humana para expor os pensamentos de muitos. Maria não compreendia o significado dessas palavras,mas não se intimidou diante delas. Ele disse que há duas formas de educar os filhos. A primeira é a forma de proteção, aquela mãe, aquele pai que coloca o filho como em uma redoma de vidro, superprotegendo. Mas isso não lhe dá estímulo para aprender a viver. O filho que sempre tem tudo nas mãos, um dia será cobrado a fazer algo, mas não aprendeu, pois não fez a experiência. A segunda forma de educação é o de Maria: Ela não poderia ser superprotetora, pois o filho que cresceria aos seus pés enfrentaria todo sistema social, político e religioso de sua época sem nenhuma proteção. Ela educava com o amor, com os gestos, com  as palavras. Se Maria tivesse medo dos eventos da vida, não estaria apta para educar o menino Jesus. Se ela, como muitos pais, fosse escrava do medo do futuro, seria despreparada para educar o menino que mais corria riscos na história.
Ser discípulo de Jesus implica em correr riscos. Quem não quer correr riscos está inapto para enfretar o mundo. A coragem dessa discípula era surpreendente. Sua história era escrita com vibração.

Maria foi escolhida por Deus não porque sabia muito mas poque era especialista em aprender (discipulado).Os pais que não aprendem com seus filhos, que não os colocam no formato do seu manual de educação, ou em suas regras cometem sérios erros. Os textos bíblicos dizem que o menino Jesus era muito obediente, mas não era uma criança quieta, bem comportada no sentido da palavra,mas exploradora, ativa que estava sempre atrás de novas experiências

Se Maria fosse uma mãe "proibitiva" controlaria seu comportamento, o que seria uma catástrofe para a sua educação. Mas também se fosse uma mãe permissiva, também prejudicaria na formação de sua personalidade. Muitos pais erram porque são proibitivos ou permissivos. Maria foi intruitiva, em outras palavras: DISCÍPULA! O discípulo verdadeiro sempre caminha quando vê que a pessoa que o ama também sofreu rejeições e fracassos. Maria falava de suas lágrimas para Jesus, dos seus temores e dos seus sonhos. Muitos pais trabalham arduamente para deixar uma herança para seus filhos, mas se esquecem de que o maior tesouro que eles podem dar é a sua história de vida. Nós escondemos nossas experiências de vida debaixo do medo de perder a autoridade para agir com autoritarismo. Mas Maria nos ensina a sermos discípulos de Jesus verdadeira e genuínamente.

Frase do Dia: "Esta novena está sendo maravilhosa ainda mais que as crianças demonstraram um grande amor e uma grande devoção por Maria. A legião está honrada em ter sido convidada para organizar a coroação”. (Lurdinha - Presidente da Legião de Maria em nossa Paróquia).

Organização PASCOM (Pastoral da Comunicação).

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 Paróquia Nossa Senhora da Soledade. Todos os direitos reservados.