Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
01/10: Especia Novena de São Francisco de Assis

01/10/2010

Hoje, primeiro de Outubro,  com muita alegria recebemos a presença do Diácono José Márcio da Paróquia de São Vicente de Paulo, que nos falou um pouco da Igreja enquanto Casa da Palavra. Disse que devemos colocar a palavra em seu devido lugar na vida e na história da Igreja. Quando a gente pensa em casa pensa em família, intimidade, a Igreja é casa da Palavra pois foi confiada à Igreja a Palavra de Deus e a missão de anunciar Jesus. A missão da Igreja é anunciar o Evangelho. Se a Bíblia fosse resumida em uma palavra, essa palavra seria Cristo. “O Verbo divino se fez carne e habitou entre nós”. Foi pela Palavra que a Igreja cresceu.

É na Igreja que recebemos a Palavra: na catequese, celebrações, homilias. Por isso, a homilia tem que ser a extensão da própria Palavra. Como na hora da comunhão recebemos o corpo de Cristo, na hora da homilia também recebemos este Cristo. A Palavra de Deus é acolhida tanto pelo espírito quanto pelo coração.

Temos todos os dias na Igreja a liturgia das horas que é a oração em que todo o clero faz, e em preces, unidos à Igreja de Cristo louvam a Deus por esta Santa Igreja . Temos também, a partir do Sínodo da Palavra, a leitura orante da Bíblia momento de encontro com a Palavra de Deus. A Lectius Divina, que já nos foi citada ao longo desta novena é a leitura orante da Bíblia, ou seja,  somos convidados a fazer dentro de casa, na comunidade, nos grupos bíblicos esta leitura em oração, pois a Bíblia não é um livro de literatura em que lemaos para ocupar nosso tempo, ma é para ser meditada, refletida, e a partir desta leitura vivermos os ensinamentos transmitidos por ela.

 Qual o modelo para que nós, enquanto Igreja, sejamos Casa da Palavra? Maria. Maria foi aquela que escutava a Palavra e a meditava em seu coração, deixou a Palavra se encarnar mas, antes disso vivia-a em seu dia-a-dia. Se Maria parece ser um modelo muito perfeito e inatingível, temos Maria, irmã de Marta, que sentou aos pés de Jesus para ouvir a Palavra. Devemos deixar que a Palavra modifique os nossos caminhos, nossos passos. Não basta escutar a Palavra é preciso praticá-la através da caridade, a vida deve se tornar um Evangelho vivo. A Palavra de Deus nos une aos outros irmãos.

Hoje, dia primeiro de Outubro dia de Santa Teresinha, ela foi modelo de quem ouviu a Palavra de Deus, e para seguir ao Senhor teve que renunciar a si mesma. Santa Teresinha fez a sua experiência na caridade e no amor. Dizia que o seu lugar na Igreja era no coração pois era lá que estava o amor. Ela teve que fazer a experiência da renúncia para se encontrar com a Palavra. Mesmo sem sair do Carmelo é a padroeira das missões, pois sua vida foi de oração pelas missões, e além disso, só não fez mais pela Mãe Igreja por que muito h=jovem, ainda em seus 24 anos de idade veio a falecer.

Precisamos estar abertos à Palavra, esforçando-nos para fazermos da sua comunidade, Casa da Palavra. Que a Igreja seja um lugar de estudo da Palavra, de Palavra vivida na família, comunidade. Palavra transformada e transformadora. Na busca, descobriremos o que Deus quer de nós, assim como São Francisco que entendeu que Deus não queria que ele construísse mais uma igreja de pedra, mas sim, uma igreja diferente, igreja homem. Temos que ter a Bíblia na mão, a Palavra de Deus no coração e os pés na missão. Alguns textos que nos contextualizam o que foi falado na celebração:-  Lc 11, 27-28.

-  Sl 118, 115

 Organização PASCOM (Pastoral da Comunicação)Quer participar da PASCOM? Entre em contato com a secretaria da Paróquia.

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 Paróquia Nossa Senhora da Soledade. Todos os direitos reservados.